Siga-nos

Arquidiocese de Florianópolis terá Centro de Reinserção Social

Arquidiocese de Florianópolis terá Centro de Reinserção Social

Obra será referencia para formação e articulação da Pastoral do Povo de Rua

O bairro Alto Aririu em Palhoça, apesar de sua proximidade com o centro urbano, ainda conserva características rurais, está totalmente inserido na natureza, junto ao canto dos pássaros, no verde dos pastos e nas montanhas que o rodeiam. Ali está em construção uma casa que levará o nome de Recanto São Francisco. O foi escolhido por fazer parte do território da Paróquia São Francisco de Assis, pela proximidade com a natureza e por causa da finalidade da obra, que será destinada ao desenvolvimento de projetos sociais.

O projeto surgiu da necessidade da Pastoral da População de Rua da Arquidiocese em ter um espaço apropriado para a realização de formações, qualificação profissional e buscar a reinserção social de pessoas que tem seus vínculos familiares fragilizados ou rompidos. Com essa demanda, a Ação Social Paroquial São Francisco de Assis, após conhecer a proposta da pastoral doou para a Ação Social Arquidiocesana (ASA) a casa que ainda estava em construção, para que fosse concluída e destinada exclusivamente para essa finalidade.

Recebimento de doação. Pisos da empresa Portobello.

A casa com dois pavimentos contará com espaço para formações e qualificação profissional, banheiros, cozinha e dois quartos (com acessibilidade), depósito e lavanderia no pavimento térreo. Já no piso superior, terá seis quartos, cozinha, banheiros, lavanderia, capela e escritório. Ao todo são 400 metros quadrados de área construída.

Reunião com a ONG Engenheiros Sem Fronteiras

Os projetos de engenharia, arquitetônico, hidro sanitário e elétrico foram elaborados gratuitamente através de uma parceria com a ONG Engenheiros Sem Fronteiras. Houve também de pisos e azulejos da empresa Portobello e de madeiras em MDF da empresa Studio Z que servirá para mobiliar a casa. Para angariar recursos para obra foi realizado um bazar e um jantar no ano de 2019 e a ASA está custando boa parte das despesas com recursos próprios.

Segundo Fernando Anísio Batista, secretário executivo da ASA, esse projeto é a realização de um sonho do grupo de coordenação da pastoral do povo de rua que há muito tempo espera ter um espaço que sirva de apoio a suas ações em toda a Arquidiocese.

Como ajudar
Estamos recebendo doações diversas, principalmente, material de construção e moveis, para saber mais entre em contato (48) 98452 5454, (48) 3224-8776, pelo e-mail [email protected] ou pelo instagram: @recantosaofranciscosc