Siga-nos

Programa Moradia primeiro transformando vidas

Programa Moradia primeiro transformando vidas

Com 3 meses de atuação na Arquidiocese de Florianópolis, o programa Moradia Primeiro já vem transformando muitas vidas. A Pastoral do Povo de Rua reuniu alguns depoimentos de pessoas que tem se beneficiado do programa para ter suas vidas transformadas, confira:

O que é o Moradia Primeiro?

O Moradia Primeiro é um modelo de moradia desenvolvido a partir dos anos 1990 nos Países (Estados Unidos, Canadá, França, Portugal, Espanha, Dinamarca, Chile, Uruguai).

Baseando-se no conceito de que a primeira e principal necessidade de um indivíduo em situação de rua é obter moradia estável e, que os outros problemas, podem e devem ser abordados após o acesso a moradia.

Qual é o objetivo?

Visa possibilitar de forma imediata a moradia, gerando com isso a oportunidade de superação da situação de rua e o suporte para o mundo do trabalho.

Cada um de nós sabe da importância da moradia como espaço importante que possibilita organizar nossa alimentação, nos recuperarmos quando estamos doentes, cuidar de nossas famílias, repousar e nos prepararmos para mais um dia de trabalho. Sem moradia perdemos essas referências e todos os desafios se tornam muito mais difíceis.

A Pastoral do Povo de Rua se une a essa empreitada buscando condições de oferecer moradia e suporte especializado a quem precisa.

Em 2018 a Pastoral do Povo de Rua da Arquidiocese de Florianópolis iniciou a primeira experiência de Moradia Primeiro. Desde então, vem participando de eventos nacionais e internacionais promovidos pelo Governo Federal, afim de se capacitar e capacitar seus agentes pastorais.

Para 2022, a Pastoral do Povo de Rua quer fortalecer ainda mais essa caminhada com o projeto Moradia Primeiro: uma casa que transforma.

O objetivo é implantar o Projeto Moradia Primeiro na Arquidiocese de Florianópolis como estratégia de superação da situação de rua com atendimento individualizado e promoção de formação em defesa e amplificação de políticas públicas.

Tem como prioridade de atendimento a parte mais vulnerável da população em situação de rua: mulheres; gestantes; pessoas com deficiência; LGBT; egressos do sistema penal sem vínculo familiar; idosos; pessoa com transtorno mental – capaz de viver com autonomia.

  • Implantar 20 unidades residenciais para população em situação de rua na Arquidiocese de Florianópolis;
  • Acompanhar de forma individualizada os usuários do projeto Moradia Primeiro;
  • Promover a articulação e a participação dos usuários e parceiros, em rede, para promoção, defesa e ampliação de políticas públicas.

Arrecadação de recursos para financiar moradia para pessoas em situação de rua da Grande Florianópolis com acompanhamento para sua independência:

Chave PIX:
E-mail: [email protected]
Banco do Brasil
Agência: 16-7
CC: 202511-6

Outra forma de contribuir é acessando o site: https://benfeitoria.com/projeto/projeto-moradia-primeiro-florianopolis-xec.


RESPONSÁVEL PELO GERENCIAMENTO DO PROJETO:

Ivone Maria Perassa
Coordenadora da Pastoral do Povo da Rua

Telefone: (48) 99123-1929
E-mail: [email protected]
Instagram: @pastoraldopovodaruasc